terça-feira, 3 de maio de 2011

ABAETETUBA: A CIDADE DO MEDO!

'

É o que diz, com mérito de causa e imagem, a série de reportagens que está indo ao ar desde hoje (03/05), perdurando por toda a semana, no Jornal do SBT Pará (12:30h). São problemas sérios que foram minimizados pelos diversos gestores municipais ao longo dos últimos anos, mas que se multiplicaram de forma descontrolada na atual gestão, com o verdadeiro "afrouxamento" do poder público frente às diversas irregularidades.
Não adianta tentar “tapar o sol com a peneira”, pois os problemas são reais e do conhecimento dos gestores e do poder público. Da mesma forma, não adianta neste momento adotar o radicalismo, pois se o dever de casa não foi bem feito em tempo hábil, não é justo quererem fazer tudo agora, na marra e com pressão. O que tinha pra se perder, já foi perdido e não voltará mais! Trabalhar pra não perder o que ainda se possa ter talvez seja o melhor lema da vez. O momento deve ser de prudência, diálogo e reconhecimento de erros. Esperemos que pelo menos desta vez haja bom senso e humildade, mesmo que isto custe uma inviabilidade política (alguém dúvida?), pois, afinal, não se terá mais o que se esconder... As imagens falam mais que milhares de palavras. E quem fala é o povo!

4 Comments:

renato said...

Parabéns ao Sbt pela série de reportagem que aponta os principais problemas sociais de nossa cidade,pois quem sabe assim,publicada para todo o Estado,o poder publico de Abaetetuba faça alguma coisa quanto a essa situação que se alastra cada vez mais,por que agora é assim,só mostrando publicamente na tv que se é feito algo né.

claudio said...

Após muita reclamação do governo passado, descupas esfarrapadas após qualquer notícia negativa sobre a atual administração parce que a cortina de fumaça evaporou.
Tá na hora do atual governo dizer realmente a que veio e parar de reclamar.
Os últimos governos de Abaetetuba passaram pro crises que deram mídia negativa a nivel nacional e foram buscar soluções e este não é diferente, no entanto, o atual governo por inércia deixou acumular vários problemas sem seuqer tentar resolve-los e deu no que deu, é essa a diferença

dleginho said...

É isso ai meus Amigos, Parabéns ao folha da Abaetetuba, não se omitiu como fazem os meios de comunicação de nosso município que pegam nosso dinheiro dado pela administração Local, para calar a boca. Temos que ser unidos e falar, gritar, berrar, filmar, fotografar, publicar somos a voz e o dedo que coloca essas pessoas a frente de nosso múnicípio e de nossa cidade. Somos nós que temos o direito e o o poder de tirar esse bando de ladrão, corruptos essa quadrilha que administra nosso município chega de ser partidário ou tentar fazer política temos que fazer NOSSO MUNICÍPIO ser a PEROLA que era ANTES!!! Vamos nos unir e combater de frente essa mamata!!!

André Silva

bruno said...

"Povo de abaetetuba" é dessa forma que começa nossos problemas. Não é facil ver abaetetuba parada no tempo. Não consigo acreditar q o municipio não consiga manter um padrão de desenvolvimento e cuidados devido sobre tudo,(cidade+comunidades), tudo é incoerente...pq não ser transparente? pra que omitir do povo os problemas?. abaetetuba tem 140 mil habitantes, mas não tem um hospital digno(depende do psm da 14 belem-pa), não tem um ginásio digno(a melhor quadra da cidade é com piso de cimento),sabe onde é q um asfalto posto sobre uma rua escorre pela sarjeta? (R: 1º de maio; abaetetuba-pa). Gente abaetetuba não tem organização, e isso acontece p q ela não tem liderança, ninguem faz nada. parece q aquela prefeitura é uma loja maçonica, ninguem ali fala pra que veio. tudo é segredo; municipio que não cresce! tem uma populaçao grandiosamas e que vive em meios de falta de desenvolvimento...ei seja la vc quem for, vamos parar de colocar pedra dentro de burracos presentes nas ruas, que coisa suja pra não dizer porca!por favor amem abaetetuba...dexem de ser assim, não destruam a cidade. não destruam a cultura de um povo. quem lembra disto?..."O Canavieiro" era um belíssimo monumento em cimento (não tenho conhecimento de quem o ideou e realizou)que ornava a Feira livre de Abaetetuba, na av. d. Pedro II, no início dos anos 90.